Buscar
  • Ronaldo Rodrigues

Música para músicos: estratégias para se comunicar

Atualizado: Jun 1

Ronaldo Rodrigues | Tecladista | Gravações


Música feita e pensada para músicos pode soar como autoindulgência em um primeiro momento, mas pode ser vista também como uma oportunidade, um público alvo a ser atingido, já que músicos (entendendo "músicos" como um conjunto amplo que envolve estudantes, hobbistas e profissionais de dedicação integral) também ouvem e consomem música. Conforme discutimos no nosso texto anterior (leia aqui), essa é uma fatia de público que tem um interesse por música bem acima da média, e que, no geral, valoriza música bem trabalhada em seus aspectos técnicos. Mas como fazer para se comunicar com esse público?


A estratégia, certamente, não é a mesma do que para o público no geral. O primeiro ponto a ser pensado é que o material oferecido precisa ter qualidade musical (e também visual, condizente com os padrões atuais) a ponto de impressionar alguém que sabe como aquilo é feito. Então, de largada, é preciso ter um material de incontestável qualidade musical e bem produzido dentro do estilo adotado.



O segundo ponto é perceber que se está dialogando entre pares, entre colegas de trabalho. E como se dialoga com os pares? é preciso falar, mas é fundamental ouvir. Esse é o grande pecado de muitos músicos - só querem ser ouvidos pelos outros, sem se dignar a ouvir/comentar/interagir com o material alheio. O trabalho precisa ser minucioso e perseverante. Você será ouvido (e potencialmente apreciado) por algum colega seu a medida em que você interagir verdadeiramente com ele. Caso você adote uma posição de isenção, de apenas oferecer o material sem uma abordagem amigável, sem estabelecer algum grau de "troca", a tendência é ser visto como um concorrente. Não proponho que se faça algo de aparências, mas a estratégia tanto mais é eficaz quanto mais se busca estabelecer uma proximidade verdadeira com outros músicos.


Essa comunicação pode se dar de muitas maneiras distintas, dependendo da rede social que se escolha. Uma delas é comentando conteúdos alheios. Quando você comenta o conteúdo de algum outro músico, especialmente se ele for de um nível igual ou inferior ao seu, a tendência é que ele vá: 1) agradecer; 2) se sentir motivado por um comentário oriundo de uma "audiência qualificada"; 3) ver seu perfil. A partir do item 3, a qualidade do seu material pode levá-lo a: 4) se inscrever no seu canal/blog/perfil. Se você faz essas interações de forma relativamente frequente e de uma forma que transmita autenticidade, pode-se gerar um vínculo mais extenso, tornando-o um seguidor do seu trabalho, seja por reciprocidade ou baseado estritamente na qualidade do que você apresenta. Um comentário feito em um conteúdo de outra pessoa pode ser entendido como um cartão de visitas que você entrega para ela. Você estará sendo visto e poderá ser lembrado/contatado.





Outra forma, é respondendo comentários que você recebe de outras músicos de uma forma menos automática que um mero "obrigado". Se você recebeu um feedback de algum outro músico na sua música, trate isso como uma oportunidade de estabelecer um contato mais proveitoso. Isso pode ser feito pela reciprocidade citada acima. É a chance de você cativar alguém da sua audiência. Se algum músico te seguiu, siga de volta. Essa empatia não custa nada e pode trazer vantagens. Se houver possibilidade de interagir com esse perfil com autenticidade eventualmente, tanto melhor.

Parece distante imaginar como essas estratégias podem levar alguém a um sucesso minimamente relevante. Mas pense o seguinte: para um músico iniciante e/ou independente, ter 30 pessoas assistindo seu show ou ter 80 pessoas assistindo pode ser a diferença entre prejuízo e lucro no seu evento; vender 50 CDs ou 150 CDs pode ser a diferença entre sua produção ficar no negativo ou começar a dar lucro; ter 600 seguidores ou ter 1200 seguidores nas suas redes sociais pode ser a diferença entre o local de show ficar vazio e ter público suficiente para agradar seu contratante.


No próximo texto dessa série vamos explorar mais um pouco como se comunicar bem com esse público em potencial.


Ronaldo Rodrigues | Tecladista | Gravações


21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo